sexta-feira, fevereiro 24, 2006

Coisas sem explicação

Parvoíces que nos acontecem, e as quais não conseguimos explicar.

Ficar com um clip na mão mais de 5 segundos e começar a desmancha-lo;
Chamar um elevador e carregar mais de uma vez no botão;
Acabar de comer uma mousse e ter vontade de lamber a taça;
Acontecer-nos algo de mau e o primeiro pensamento/palavras incluir asneiras;
Dar-mos passagem a alguém que não agradece e dizer-mos “deixa que para a próximo até te deixo passar”… (próxima???qual próxima…);
Irmos comprar alguma coisa que entretanto ficou esgotada e dizermos “só me acontece a mim”;
Criar um post a pensar que “este sim vai ter muita piada e muitos comentários”

quinta-feira, fevereiro 23, 2006

Era mais giro...

É do conhecimento geral que a abreviatura comum para nos dirigirmos a um médico é "Sôtor"... de Senhor Doutor, certo?
Então e se for uma gaja? Uma médica? se ela é Senhora Doutora, porque ficou ""Sôtora"? Não deveria ser "Sôratora"?

quarta-feira, fevereiro 22, 2006

Claramente fora-de-jogo

Hoje trago-vos aqui duas calinadas, das minhas preferidas, de jogadores de futebol, conhecidos pela sua comprovada dificuldade em se expressarem correctamente na língua de Camões:

Resposta do Jardel quando questionado sobre o que achava do encontro que se aproximava e que oporia FCP e SLB: “Um dérbie é uma dérbie, e vice-versa”;

Resposta do Cristiano Ronaldo quando questionado sobre o embate entre o SLB e o Liverpool: “vocês sabem que eu estou autorizado pelo Manchester a não falar”

segunda-feira, fevereiro 20, 2006

Teorias

Já alguém pensou pq é que a água no Algarve sabe mal?

Depois de uma alargada pesquisa, com base em várias análises de várias recolhas em vários pontos, de variadas consultas de arquivos sobre dados da água cheguei a uma teoria, que espero sinceramente poder provar dentro de pouco tempo.
O facto de água saber mal tem o dedo do governo, pois é… o governo coloca nos reservatórios de água do Algarve uma substância que apesar de inofensiva provoca um sabor estranho (e mau), o objectivo (???), esse faz parte de uma politica de retenção de moeda estrangeira no nosso pais. É que o facto de água no Algarve saber mal faz com que os estrangeiros vão direitinhos aos supermercados comprar água engarrafada…é mesmo caso para perguntar se já tinham pensado nisto!!!

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Olimpíadas

Uma vez que os resultados desportivos dos Portugueses, a cada jornada que passa dos Jogos Olímpicos, são sempre um tanto ou quanto miseráveis, resolvi fazer uma carta que vou endereçar ao comité olímpico, e na qual vou sugerir a passagem a modalidades olímpicas dos seguintes desportos:

Jogo da Malha;
Sueca;
Cabra cega;
Garrafão;
Corredor da Morte;
Jogo do cinto;
Jogo do Alho;
Sirumba;
Macaca;

Assim quem sabe se não conseguimos trazer mais umas medalhitas…

quarta-feira, fevereiro 15, 2006

Como os tempos mudam

No outro dia estava a (re)ver um episodio de uma série de comedia que fez as minhas delicias (e de muitos outros putos da altura) á uns anos atrás, “Get Smart”, com o pouco brilhante mas bastante hilariante agente Maxwell Smart, e quando o vi a sacar do sapato e começar a falar (como se o mesmo se tratasse de um telefone) lembrei-me da piada que na altura eu achava, de tão ridículo que era, de cada vez que ele fazia aquilo… mas depois fiquei a pensar, não vão muitos meses e começámos a ver putos a deslizar em cima de uns ténis que tinham camuflada na sola uma roda; há uns anos atrás assistimos ao surgimento do sistema de injecção de ar para dentro dos ténis chamado Pump…isto para chegar á conclusão de que acho mesmo que qualquer dia vamos ver pessoas na rua a descalçarem-se para falar ao telefone, retocar a maquilhagem, cortar qualquer coisa e sei lá mais o que, em suma, tenho a forte convicção que um dia todos vamos ter nos pés uns autênticos Canivetes Suíços do calçado.

segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Café Paris

Eu desafio qualquer leitor(a) deste blog a ter coragem de mentir isto se dissser que não conheçe nenhum café paris. É de facto incrivél o numero de café Paris que existem espalhados por este país fora. Vendo bem a situação o café Paris foi onde o Franchising em Portugal deu os primeiros passos, ainda a palavra "franchising" não era usada, já existiam vários cafés Paris por esse Portugal Rural fora. Ainda existe quem goste de falar mal deste País... estamos sempre na linha da frente... ou então não!! ;)

quinta-feira, fevereiro 09, 2006

Porque há coisas que têm de ser ditas

Provavelmente este é o Post mais sério que alguma escreverei. Existe uma pessoa com a qual não passei a minha infância, com a qual não passei a minha adolescência, não fomos colegas de escola, não partilhámos saídas nocturnas. Fomos, e ainda o somos, colegas de trabalho, mas neste momento já não partilhamos o mesmo espaço. Enquanto trabalhei com ele aprendi a respeita-lo como pessoa e como colega de trabalho, apesar de na altura ser chefe dele foi possível estabelecer-mos uma amizade. Prova disto é o facto de um dia o ter de chamar a atenção, numa fase instável e algo conturbada no nosso trabalho, mas á qual ele acedeu e dando-me razão não só corrigiu o seu comportamento como não deixou que tal beliscasse a nossa relação extra trabalho. Sei que tenho ali um verdadeiro amigo com o qual posso contar, ele já me provou isso inúmeras vezes. Apesar de nunca termos ido ao cinema, juntámo-nos com um outro colega e criamos este Blog, sobre o qual temos mantido uma concorrência saudável entre nós (coisas de homens). Resolvi hoje fazer um Post sobre o "[0-0]" por dois motivos: para lhe dizer que o tenho em bastante consideração, e que lhe desejo um feliz aniversário. Que este seja um dia muito feliz para ti, e que contes muitos mais, amigo!

quarta-feira, fevereiro 08, 2006

Os putos....os putos...

Pertenco à geração que agora, e cada vez mais, se revela saudosista e nostálgica...são músicas de séries dos anos 80, são posters de filmes dos anos 80, são gelados Fá, são yogurtes da Vigor, é o jogo do Castelo do Prazer...eu sei lá o que mais...é um sentimento que une todas as gerações que partilhavam todas as suas experiencias, quer fossem em conjunto a brincar na rua ou "separados" a ver televisão...havia sempre o assunto do momento... ou era o videoclip da Sabrina, o arqui-inimigo do KITT, o Paradise Café ou o ultimo episódio do Sassaricando...havia sempre algo em comum, todos os dias...era lindo...
Chegou agora o momento das comparações e proponho-me deixar de parte as mais óbvias relativas a consolas de jogos, computadores, etc...
Em passeio pela minha Lisboa dou conta de um facto que faz toda a diferença, algo que difere da minha infancia e que acredito agora que me fez o homem que sou e que define todos aqueles que partilham esta recente nostalgia: Não consigo encontrar putos a brincar juntos na rua..os chamados putos..ou como diriam no Tom Sawyer "um bom grupo de raparigas e rapazes"... um grupo... com uma silenciosa hierárquia que definia um lider, um gordo para ser o bode expiatório das merdas que faziamos, uma maria-rapaz, o dono da bola e da BMX, os maricas que iam sempre à baliza...onde nos zangámos com o nosso melhor amigo para no dia seguinte fazermos as pazes e rirmo-nos sem saber bem porquê...onde nem todos eram sempre bem tratados mas onde cada um tinha o seu lugar e era sempre defendido pelo grupo... onde todos se sentiam vencedores quando se ganhava um jogo Rua vs Rua...
Grupos de putos que iam a casa uns dos outros para o chamar para brincar na rua e que sempre que fosse necessário, pedia-se à mãe para o deixar vir..("Ó D. Maria José, o Luís pode vir brincar?). Jogava-se às escondidas, à apanhada, gritava-se, sangrava-se, esfolavam-se joelhos e cotovelos e desafio os leitores a encontrarem uma criança que tenha um joelho esfolado ou sujo...
Poderia continuar mas acho que já perceberam onde quero chegar...
Nos tempos que correm continuam-se a perder valores...muitos valores...

Marketing

O marketing é uma refinada fórmula para promover produtos e ao fim ao cabo enganar as pessoas, não acreditam??? Então que dizer dos preços psicológicos “Apenas a 99,99€”, “Só 49,99€”… e a maneira como somos abordados para adquirir-mos, por exemplo, um…perdão, não um, mas sim “este esplendoroso secador com 30.000 acessórios”, que ao fim ao cabo é “exactamente aquilo que você estava a procura”, e é igualmente “aquilo que você precisa para ser realmente feliz”. Para não falar, ainda em relação aos preços, dos “a partir de 4.999€”, que quando lá chegamos verificamos que o partir de é de facto e sem sombra de dúvida a partir de e por ai a cima. Pois bem, eu como não consigo acabar com esta vergonha, decidi-me juntar a ela:

Vendo um magnificamente bem estimado Opel Astra de 2004 com APENAS 29.999 Km, a partir de 9.999€ *

*o preço acima indicado não inclui as rodas do carro, os vidros, o motor e os bancos.

terça-feira, fevereiro 07, 2006

Forest Gump

Ninguém conseguiu ficar indiferente a este filme, ainda hoje de vez em quando me lembro de cenas o filme, o gajo a jogar ping pong, a tempestade na pesca do camarão, a guerra do Vietname, e a célebre corrida onde atravessou o continente de costa a costa, tão célebre que um dia destes lembrei-me de fazer a mesma coisa, até podia partir de Lisboa, que é uma cidade costeira, mas depois ia parar onde (???), é que onde a Europa acaba ... começa a Ásia, que ainda é grande para caraças...
Resolvi ficar sossegadinho em casa a ver um filme!

segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Trilogias

Pq raio foram inventadas as trilogias, para irritarem as pessoas, só pode ser…
De certeza que eu não fui o único que ficou completamente destroçado, completamente desfeito, desprovido de qualquer tipo de pensamento durante minutos, com uma sensação de vazio, e com vontade de ir á casa de banho pq me esqueci de ir antes de entrar e entretanto já tinham passado 3 horas, ao ver a maneira como acabaram os dois primeiros filmes do Senhor do Anéis. O que valeu na altura, para quem foi ao cinema ver os filmes, foi o facto de se saber que só iríamos ter de esperar mais 1 ano pora saber como continuava a história…
É ou não para irritar as pessoas???
PS: eu sei que já passaram uns quanto anos desde que isto aconteceu, mas é que eu sou uma pessoa um pouco, não muito, rancorosa... (se eu visse o Peter Jackson á frente dizia-lhe das boas)

O quentinho da cama, e a vontade irracional de urinar.

Por mais que se tente, a vontade de urinar ganha sempre, como eu pude comprovar ontem à noite...

( Antes de mais, notem que as horas aqui escritas são ficção, apenas servindo para me dar um "aspecto" mais "cool", enfim o aspecto de quem se deita tarde, e no dia a seguir se levanta cedinho mas sem qualquer problema! Quando na verdade e mal começa a telenovela do odrigo e da outra rapariga cujo o nome eu não sei, já eu estou deitadinho na minha caminha enrolado,er... enrolado mas com o lençol...)

00.30 - Sinto a primeira "impressão" de vontade de urinar, e penso o seguinte... "ah.. ainda adormeço antes de ficar mesmo com vontade, e faço amanhã logo tudo de uma vez"

00.38 - A "impressão" aumentou de força, sou obrigado a colocar-me na posição lateral enquanto massajo a minha bexiga, desta vez penso... "hum.. a ver se adormeço rápido que já estou a ficar mesmo com vontade"

00.42 - Deixou de ser uma impressão e passou a ser uma verdadeira vontade, volto a mudar de posição, desta vez, encolhendo as pernas a fim de quem sabe, aguentar um pouco mais, só mesmo até adormeçer... Já não penso nada.

00.45 - Pronto, já tenho plena consiencia que vou ter de me levantar para ir ao WC, coloco o pé direito meio fora da cama, e que frio que está lá fora.

00.51 - A impressão, passou de vontade, que por sua vez passou para DOR, penso para comigo se vale a pena eu continuar com todo este sofrimento, decido "atirar a toalha para o chão".

Levanto-me e vou urinar... ah... passados 3 minutos já dormia que nem um anjinho.

sexta-feira, fevereiro 03, 2006

O Português é mesmo sortudo

Vocês já repararam a sorte que temos de ser portugueses?? É de facto maravilhoso, devemos ser o único povo do mundo que independentemente do que nos acontece temos sempre, mas sempre, sorte. Senão reparem.. um jovem atropelado, levou com um camião, ficou sem uma perna e a cara toda desfigurada, junta-se a multidão para ver, um dos mirones chega a casa, e conta a história à família. E obrigatoriamente antes de terminar, solta esta Frase “Mas o gajo teve cá uma Sorte!!! Podia ter morrido, pá!” É obrigatório... o Português tem sempre sorte, está no nosso sangue!!! Outro exemplo, recebo um vídeo por e-mail, um skater.. cai a fazer um “grind” o osso do braço sai mesmo da pela, primeiro comentário da pessoa que está ao meu lado.. “o gajo teve muita sorte... podia ter caído de cabeça.. é que morria logo!!”

Somos mesmos sortudos... independentemente do que aconteça! Por isso toca a sorrir.

Evolução

Um tal de qualquer coisa Bell inventou para ai no século passado, ou antes, o telefone. Uma coisa grande e simples que estava fixa a uma parede e que permitia a duas pessoas comunicarem de forma verbal a uma distância até então impensável. A realidade actual é esta, chamamos-lhes telemóvel, são portáteis de dimensões reduzidas e podemos encontrar neles: calculadora, jogos, leitor de MP3, Câmara fotográfica e de vídeo, agenda, calendário, bluetooth, relógio, cronometro, alarme, gravador de voz, infravermelhos, rádio FM, lanterna, alta voz, vibra call, toques polifónicos, toques reais, temporizador, sincronização com Outlook, bloco de notas, dualband, triband, quadriband, Java, compositor de melodias, chat de mensagens, funções por voz etc…
E os telemóveis não se limitam a vir sozinhos, pois ainda se podem fazer acompanhar de: auricular, cabo de dados, cartão de memória, base de secretária, CD ROM, carryng strap, Battery holder, adaptador de carregador etc…
Qualquer dia vamos a uma loja para comprar um telemovel simples, dos mais baratinhos, só mesmo para fazer e receber chamadas, e havemos de ouvir do outro lado: "telemoveis que façam e recebam chamadas...cccchhhhiiii, já lá vai o tempo em que havia desses!"

quinta-feira, fevereiro 02, 2006

Premiere...

Por favor....alguem responsável pela edição da revista Premiere...estão por aí?
Peço-vos encarecidamente que mudem o vosso critério na escolha da publicidade das contra-capas...
é que já não é a primeira, nem segunda, nem terceira vez que me acontece estar a ler a vossa revista e notar que alguem olha para mim como se estivesse a ler a Vogue ou a Caras Decoração ou a Nova Gente...
É o meu feitio machista que toma conciencia que não gosto de me pavonear com frasquinhos de perfume larilas e de vez em quando com poses sexys do george Clooney e do Brad Pitt...
Eu sou um gajo que gosta de cinema e que gosta de ler sobre cinema mas façam-me um favor e metam só actrizes nas capas e modelos a anunciar carros nas contra-capas, ok? é mais...macho!!!

[0-0] Vs Cool

Existe uma pessoa por quem eu tenho uma enorme consideração e uma grande amizade, estou a falar do meu colega de trabalho e de Blog, o incomparável [0-0], mas eu acho que ele está com um pequeno problema, pois anda a atrofiar com a mania que eu ando aqui num despique com ele, vejam só que ele acha que o que eu mais quero é ter Post com mais comentários que os dele, e pior, que o meu objectivo é conseguir ter mais profiles views que ele… paranóias, é o que é, o gajo está a ficar maluquinho. É que não tem cabimento nenhum, pois ele já tem 622 profile views (ou mais) e eu só tenho….é pá, não me lembra agora, é melhor irem lá ver quantos é que eu tenho, é só clicarem aqui ao lado aonde diz COOL nos “Contributors”…

quarta-feira, fevereiro 01, 2006

alguem me explica....

...o que quer dizer exactamente o que quer dizer a expressão:

"Os tomates do Padre Inácio"???

Se eu soubesse mais cedo!!!

Todos sabemos que médicos, enfermeiros e professores têm um nível de vida acima da média, mas isso não é impeditivo de ainda assim vulgarmente os ouvir falar em greves. Mas existe uma classe a quem nunca ouvi dizer que têm condições de trabalho precárias, ou não concordam com os aumentos que têm, ou acham poucas as regalias de que usufruem e insuficientes face ao trabalho que têm… estou a falar dos políticos, o que me leva a uma conclusão racional e bastante lógica: Estou extremamente arrependido do rumo profissional que tomei…